segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

5º DIA. DA NOVENA EM PREPARAÇÃO A SOLENIDADE DA IMACULADA CONCEIÇÃO

5o DIA.
MARIA NO PLANO DA SALVAÇÃO.
O plano eterno do amor infinito do Pai e
nossa integração no Plano da Salvação.
D.

         O Plano da Salvação é o desígnio eterno do Coração Pai, que nos amou com amor infinito. São Paulo, na carta aos Efésios, descreve com palavras de fogo este grandioso Plano do amor do Pai.

Carta ao Efésios (1,3-10).
         Bendito seja Deus Pai do Senhor Jesus Cristo, que nos céus nos abençoou com todas as bênçãos espirituais em Cristo. Escolhendo-nos n’Ele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dos seus olhos. Predestinou-nos no seu amor, para sermos adotados como filhos seus em Jesus Cristo, segundo a determinação de sua Vontade, para fazer resplandecer sua maravilhosa graça que nos foi concedida por Ele, no Bem Amado.

É nesse Filho, por seu Sangue, que temos a redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas de sua graça que derramou profusamente sobre nós numa plenitude de sabedoria e de prudência. Fez-nos conhecer o misterioso desígnio de sua Vontade que, em sua benevolência, Ele formara desde sempre para realizá-lo na plenitude dos tempos: o desígnio de reunir em Cristo todas as coisas, as que estão nos céus e as que estão na terra.
-         Palavra do Senhor.
-         Graças a Deus.

L.
         O plano de salvação, que nos foi revelado plenamente com a vinda de Cristo, é eterno. Ele é também – segundo o ensino contido na mesma Carta e noutras cartas Paulinas (cf. Cl 1,12-14; Rm 3,24; Gl 3, 13; 2Cor 5,18-29) – algo que está intimamente unido a Cristo. Ele compreende em si todos os homens; é  Para mim, para você, para todos nós.


Quero que faças em mim.
Quero que faças em mim/
Segundo Tua Palavra Senhor!
Quero dizer sempre sim/
Ao Teu projeto de amor.

T.
Mas reserva um lugar singular à “Mulher” que foi a Mãe Daquele ao qual o Pai confiou a obra da salvação.

D.
“Demos Graças a Deus Pai... que nos transferiu para o reino do Filho Bem amado (Cl 1, 12-13). Com estas palavras, o Apóstolo dá expansão à sua gratidão pelo chamamento à Santa Igreja, que é o reino de Cristo na terra. Nós religiosas prorrompemos na mesma exclamação quando refletimos sobre a graça da nossa vocação, em virtude da qual, e dentro do reino da Igreja, pertencemos a outro reino, que Jesus ama com especial dileção. Fiquemos  por alguns minutos em silêncio de contemplação, de adoração, de agradecimento a Deus nosso Pai.
Pequena  pausa.

REF: Ao sermos chamados como Tu,
         Seguimos a luz dos passos Teus,
         E estamos aqui dizendo sim, ao nosso Deus.

Maria, pura e santa aos olhos do Senhor,
Por Deus foste escolhida,
Pra seres Mãe da vida,
Mãe do Salvador.

L.
Desde a eternidade, o Pai, em seu infinito amor estabelece o Plano de Salvação. No coração e na mente do Pai só há um decreto eterno de Redenção, que abraça num único ato de amor a Encarnação do Filho Unigênito e nossa eleição a filhos adotivos.
A realização deste Plano se insere no tempo. Se desenvolve em fases sucessivas, ao longo da história.

D.
No Antigo Testamento, é preparado e prefigurado. Realizado na “plenitude dos tempos”, com a vinda histórica de Cristo no  mundo,  é  completado pela Igreja, Corpo Místico de Cristo e seu prolongamento sobre
a terra. E isto, até a conclusão final da Parusia, isto é, até a vinda gloriosa de Jesus, com o  que se concluirá o curso da história.

L.     
       Nossa integração no Plano da Salvação. Neste Plano de Salvação que procede do amor do Pai e se concentra em Cristo Jesus, passando através da materna colaboração de nossa Mãe Imaculada, nós fomos integrados desde toda eternidade.
É estupenda a expressão de São Paulo: “Nele (Cristo) escolheu-nos antes da fundação do mundo”( Ef 1,4). O Pai nos elegeu em Jesus, antes da criação do mundo. No plano da Salvação, concebido pelo Pai, temos um lugar precioso, todo particular.

T.
Segundo uma hipótese da ciência, sobre a formação do universo, muitos milhares de anos,  ainda   antes  que  aparecesse  o  átomo primitivo do criado, o Pai pensou em nós e nos amou.


D.
         Ainda antes que esse átomo inicial, de densidade inimaginável, explodisse formando a nebulosa cósmica, cuja progressiva expansão deu origem às galáxias e às miríades de estrelas espalhadas no firmamento, já estávamos no pensamento e no coração do Pai.
Ele pensou em mim e em você, nos escolheu e nos amou com predileção toda singular. Que o Espírito Santo nos faça penetrar no coração esta consoladora revelação! 

T.
Que possamos descobrir e sentir profundamente a alegria de sermos objeto do pensamento e do amor do Pai desde toda a  eternidade!

D.
Que possamos, ao despertar de cada dia, reencontrar, em cada momento, o encanto de nossa existência, o conhecimento de que somos amadas e de que podemos amar!

1-      Senhor, Tu me chamaste,
     o olhar no meu olhar:
     Vem e vê onde moro, e Eu te farei feliz!
     Senhor, Senhor, contigo quero estar,
     pois teu amor primeiro me escolheu e quis!
       
Ref: Não quero ter certeza de nada, meu Senhor:

       Saber que tudo sabes me acalma o coração!

       E basta-me a certeza do teu eterno amor:
       Estar sempre a teu lado,
       tua mão na minha mão!

2- Senhor, Tu me enviaste depois ao meu irmão:
    - Vai! Dize o que tu viste:
    Eu sou o Sumo Bem!
    Senhor, Senhor, me inflama o coração,
    E o teu amor em mim não deixará ninguém!

Oração  Final.

Virgem Mãe Imaculada, o plano de salvação, que nos foi revelado plenamente com a vinda de Jesus, vosso Filho amado, compreende em si todos os homens; mas reserva um lugar singular à  Senhora, que foi a Mãe Daquele ao qual o Pai confiou a obra da salvação.

Agradecemos, ó Mãe, a vossa generosa correspondência ao plano salvífico do Pai, a vossa solicitude materna por cada uma de nós, vossas filhas. Ajudai-nos a sermos fiéis a darmos o nosso sim com todas as suas consequências, a não colocarmos resistência a ação do Espírito Santo. Velai pelo nosso Mosteiro, mandai-nos boas e firmes vocações, dai a todas nós firmeza em nossa vocação contemplativa e que louvar, cultuar, celebrar, enaltecer a  vossa Imaculada Conceição, seja o nosso ideal de vida. Amém.

CONCEPTIO  TUA.
Conceptio Tua, Dei génitrix Virgo, gaudium annuntiávit unverso mundo; ex te enim ortus est Sol justitiae, Christus Deus noster: Qui sólvens maledictiónem, dedit benedictionem: etconfúndens mortem, donávit nobis vitam sempitérnam.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Monjas do Mosteiro

Profissão Solene de Ir. Maria de Fátima-OIC

Fundadora do Mosteiro

Amigos e benfeitores

Me. Beatriz Maria de Jesus Hóstia Seiffert- Fundadora do Most. da Imaculada Conceição e São José

Me. Beatriz Maria de Jesus Hóstia Seiffert-  Fundadora do Most. da Imaculada Conceição e São José
me Beatriz Maria

Algumas das Monjas da comunidade

Algumas das Monjas da comunidade

Monjas do Mosteiro